China deve elevar em 25% produção de painéis de energia solar em 2017

Fonte: Reuters

china_paineis

A indústria chinesa de energia solar deverá produzir 25 por cento mais painéis em 2017 do que no ano passado, apoiada por vendas domésticas e pela demanda dos Estados Unidos e de mercados emergentes, disse uma associação da indústria do setor.

A China deverá produzir painéis solares com uma capacidade instalada total de 60 gigawatts neste ano, disse o secretário-geral da associação da indústria fotovoltaica chinesa, Wang Bohua.

A China produziu painéis com capacidade de 48 gigawatts em 2016.

Apesar de uma crescente demanda global, a indústria solar chinesa enfrenta desafios como a possível adoção de tarifas de importação no exterior, disse Wang em um evento do setor.

Os Estados Unidos disseram à Organização Mundial do Comércio (OMC) que consideram colocar tarifas emergenciais de “salvaguarda” sobre células solares importadas, em um movimento que visa proteger a indústria doméstica de uma inesperada disparada nas importações.

Os EUA estão em disputa com Índia e China pelo mercado de energia solar, uma indústria em que os custos têm caído, favorecendo produtores com escala.

A China atingiu um total de 101,82 gigawatts em capacidade instalada de energia solar em junho, após adicionar 24,4 gigawatts no primeiro semestre de 2017, disse a associação da indústria.

A capacidade deverá em breve atingir 110 gigawatts, a meta que Pequim estabeleceu para ser atingida até 2020.

Conveniados

/  ResultadoResultado  /Resultado