Cientistas australianos criam célula fotovoltaica 34,5% mais eficiente

A descoberta pode ajudar a alavancar a produção de energia solar, aumentando a eficiência e reduzindo custos.

width=554

 

Os pesquisadores da Universidade de New South Wales, na Austrália, criaram uma tecnologia que deixa o aproveitamento da luz do sol 34,5% mais eficiente do que os modelos já existentes. A descoberta foi um novo recorde mundial e pode ajudar a alavancar o setor energético com base em fontes renováveis.

O resultado foi obtido pelo Dr. Mark Keevers, juntamente com o professor Martin Green, ambos do Centro Australiano de Estudos Fotovoltaicos Avançados da universidade. Os cientistas usaram uma placa de apenas 28 cm², com quatro mini-módulos incorporados a um prisma, que extrai o máximo da energia solar. Em mais detalhes, os pesquisadores criaram uma divisão de raios de entrada em quatro bandas, usando um receptor de quatro junções híbridas, para captar a eletricidade de cada feixe de luz solar.

O novo resultado, já confirmado também pelo Laboratório Nacional de Energia Renovável dos EUA, é quase 44% melhor do que o recorde anterior, que chegou a eficiência de 24%, usando uma superfície de área muito maior, com 800 cm².

“Este resultado animador mostra que há ainda avanços a virem na pesquisa fotovoltaica para fazer as células solares ficarem ainda mais eficientes”, explicou Keevers em declaração oficial. “Extrair mais energia de cada raio de sol é fundamental para reduzir o custo da eletricidade gerada por células fotovoltaicas, uma vez que reduz o investimento necessário e proporciona um retorno mais rápido”, finalizou.

O mais interessante deste recorde, conforme explicado pelo professor Martin Green, é que esse nível de eficiência não era esperado por muitos anos. “Um estudo recente realizado na Alemanha estabeleceu uma meta agressiva de eficiência de 35% m 2050 para um módulo que utiliza a lua solar não concentrada, como os modelos utilizados em residências.” Para ele, “as coisas estão se movendo mais rápido na eficiência da célula solar do que muitos especialistas esperavam”.

Clique aqui para mais informações.

Redação CicloVivo

Conveniados

/  ResultadoResultado  /Resultado