EUA possuem 36 mil carregadores para automóveis elétricos

Os Estados Unidos da América contam neste momento com 36 mil carregadores para automóveis elétricos.

width=700 

 

Existem atualmente 14.349 estações de recarga de automóveis elétricos, de acordo com dados do Departamento de Energia dos EUA e 36 mil carregadores.

Contudo, há muitas pessoas que recarregam os seus carros usando aparelhos domésticos e estes não entram nos dados do governo.

Tesla Motors possui 294 estações e 2.906 carregadores em espaços como vinícolas e hotéis de luxo. Já a ChargePoint tem 30,1 mil equipamentos.

Os carros elétricos têm ganho mais adeptos nos últimos tempos mas o caminho tem sido travado de forma gradual até porque nenhum automobilista quer adquirir um carro elétrico e viver com receio de não ter onde o recarregar.

O facto de o número de carregadores no país estar a aumentar é um forte incentivo à venda de carros elétricos e é uma forma de travar os carros a combustível fóssil.

A venda de viaturas a diesel e a gasolina continua a ser significativa e o facto dos combustíveis estarem mais baratos naquele país não ajuda a popularizar os carros elétricos. Por isso, uma notícia destas trás segurança aos condutores e pode levá-los a apostar nesta alternativa amiga do ambiente.

Recorde-se que o fabrico dos carros elétricos nos Estados Unidos surgiu numa altura em que o preço dos combustíveis tinha disparado deixando os norte-americanos receosos.

Os carros elétricos apesar de contarem já com mais de uma centena e meia de anos de existência precisam assim de receber mais incentivos como este.

O primeiro projeto de motor elétrico começou pela mão do húngaro Ányos Jedlik, em 1828. No entanto, o primeiro veículo elétrico foi construído por Thomas Davenport sete anos depois, em 1835. Nos anos seguintes, este veículo foi sendo aperfeiçoado e adaptado para poder funcionar em trilhos.

O primeiro veículo elétrico a conseguir passar a marca dos 100 km/hora foi o La Jamais Content, no Parc Agricole d’ Achères, em Paris, em 1899.

No início do século XX, algumas companhias como Baker Electric, Columbia Electric e Detroit Electric avançaram rumo à fabricação destes carros que prometiam revolucionar o mundo automóvel e devolver a esperança ao planeta.

A população americana confiou nestas viaturas e em 1900 quase 30% dos veículos produzidos nos Estados Unidos eram elétricos. Mas com a produção em massa de veículos a combustão por Henry Ford e a consequente queda no preço dos veículos, os automóveis elétricos foram-se gradualmente apagando das estradas norte-americanas.

 

Fonte: http://www.portal-energia.com/eua-possuem-36-mil-carregadores-automoveis-eletricos/ 

Conveniados

/  ResultadoResultado  /Resultado