Programa púbico facilita o acesso de agricultores familiares à energia solar

O sistema ajuda as famílias a trocarem os geradores, velas e lamparinas por energia limpa e segura.


Programa


 

Através de uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, pequenos produtores dos municípios de Gurupá e Almeirim, no Pará, terão mais facilidades para adquirirem sistemas de energia fotovoltaica para suas propriedades rurais. O projeto facilita o financiamento das estruturas, que tornam o processo de compra dos kits solares mais rápido e acessível.

No início deste ano foram assinados no município de Almeirim oito contratos para financiamento dos kits de energia solar no valor de R$ 19.530,00 cada um. Outros seis empreendimentos pecuários também foram contemplados, com créditos individuais que variam de R$ 30 mil a R$ 40 mil. Dois projetos de manejo de açaizal receberão em torno de R$ 30 mil.

As comunidades rurais em Almeirim gastam, em média, R$ 3,5 mil por ano com o uso de geradores, bombeamento de água, lamparinas e velas. Com a chegada da energia solar esse gasto será reduzido, a preservação de alimentos como queijo, leite e pescado a partir do uso de câmaras frias será otimizada. A redução dos riscos de incêndios e de acidentes com fogo é também um dos benefícios que a luz do sol oferece.

Compostos por placas fotovoltaicas, baterias estacionárias e controladores de carga, os Kits solares proporcionam energia renovável e sustentável com várias aplicações na agricultura, como o bombeamento de água para irrigação, cercas elétricas para manejo de animais, além da melhoria da qualidade de vida dos agricultores e suas famílias.

Para o chefe do escritório local de Almeirim da Emater, Elinaldo Martins da Silva Ribeiro, a iniciativa é uma parceria exitosa entre a Fundação Jari, entidade de assistência técnica ao produtor rural,  a Emater-PA e o Banco do Brasil, órgão financiador.

Juntos, eles incentivam, apoiam e facilitam o acesso aos programas e créditos subsidiados, auxiliando o agricultor familiar a partir de reuniões, análises de necessidades, elaboração de projetos e busca de colaboradores sérios e responsáveis para fornecimento dos equipamentos.

“A vida deles vai mudar. Essas famílias terão acesso à informação, as crianças terão entretenimento, como a televisão. Melhorias, qualidade de vida, banho quente, irrigação, uso de equipamentos diversos, tudo isso agora não só durante quatro horas por dia, mas o dia inteiro”, enfatiza.

Em Almeirim, os produtores que residem no Distrito de Monte Dourado e nas localidades de Barreira, Estrada Nova, Repartimento e Ilha do Maroim, estão na fase final do processo e a previsão para instalação dos equipamentos é ainda em janeiro. No município de Gurupá, a população já desfruta das melhorias e benefícios da energia solar.

Sistema Fotovoltaico

Cada kit de energia solar é composto por quatro placas fotovoltaicas, um inversor, quatro baterias estacionárias e o controlador de carga. Essas placas solares são instaladas em cima de telhados ou outras estruturas e reagem com a luz solar.

Os painéis são conectados a um inversor solar que converte a luz do sol em energia elétrica. A energia que sai do inversor vai para o quadro de luz e é distribuída para os pontos de energia na propriedade. Quando sobra energia, o excesso se transforma em “crédito” para ser utilizado no futuro em momentos que não houver sol.

Fonte: http://ciclovivo.com.br/noticia/programa-pubico-facilita-o-acesso-de-agricultores-familiares-a-energia-solar/ 

Conveniados

/  ResultadoResultado  /Resultado